Área Restrita:
Esqueci minha senha

Em cinco anos, o mundo deverá ter 10 Bilhões de conexões móveis

A 5G Americas, associação global dos principais provedores de serviços e fabricantes do setor de telecomunicações, divulgou um estudo que prevê dez bilhões de conexões móveis no mundo inteiro até 2023. De acordo com a previsão, a tecnologia 5G também deve atingir o marco de 1,3 bilhão de conexões globais até 2023.

O número de conexões LTE também mantém sua trajetória de crescimento na América Latina e Caribe, e com previsão de atingir 500 milhões de assinaturas até 2022. A liderança da América do Norte em conexões LTE será substituída pelo crescimento inicial de conexões 5G em 2019, e as projeções mostram que a região deve contar com 186 milhões de conexões 5G até 2023, representando 32% do mercado.


“A LTE está mantendo seu ritmo de crescimento, agregando 239 milhões de conexões no mundo inteiro durante o terceiro trimestre de 2018”, disse Kristin Paulin, Analista Sênior da Ovum, uma das empresas de consultoria e análise de mercado que fazem parte da 5G Americas. “De acordo com as previsões da Ovum, a LTE devem manter essa trajetória até 2022, com o número de assinaturas entrando em queda em 2023 com o crescimento da 5G. No entanto, em 2023 a GSM, HSPA e LTE ainda estarão em operação”.

No mundo inteiro, a LTE deve manter este ritmo de crescimento, alcançando mais de 6 bilhões de conexões em 2022, quando deve registrar participação de mercado de 61%.

A instalação de novas redes LTE e a modernização de redes já em operação continua e, no meio de dezembro, a TeleGeography (GlobalComm) anunciou que 624 redes comerciais LTE estão em operação no mundo inteiro, e 282 destas operadoras já migraram para a LTE-Advanced.

Previsões do mercado de LTE e 5G para a América do Norte

A 5G Americas, associação global dos principais provedores de serviços e fabricantes do setor de telecomunicações, divulgou um estudo que prevê dez bilhões de conexões móveis no mundo inteiro até 2023. De acordo com a previsão, a tecnologia 5G também deve atingir o marco de 1,3 bilhão de conexões globais até 2023.

O número de conexões LTE também mantém sua trajetória de crescimento na América Latina e Caribe, e com previsão de atingir 500 milhões de assinaturas até 2022. A liderança da América do Norte em conexões LTE será substituída pelo crescimento inicial de conexões 5G em 2019, e as projeções mostram que a região deve contar com 186 milhões de conexões 5G até 2023, representando 32% do mercado.


“A LTE está mantendo seu ritmo de crescimento, agregando 239 milhões de conexões no mundo inteiro durante o terceiro trimestre de 2018”, disse Kristin Paulin, Analista Sênior da Ovum, uma das empresas de consultoria e análise de mercado que fazem parte da 5G Americas. “De acordo com as previsões da Ovum, a LTE devem manter essa trajetória até 2022, com o número de assinaturas entrando em queda em 2023 com o crescimento da 5G. No entanto, em 2023 a GSM, HSPA e LTE ainda estarão em operação”.

No mundo inteiro, a LTE deve manter este ritmo de crescimento, alcançando mais de 6 bilhões de conexões em 2022, quando deve registrar participação de mercado de 61%.

A instalação de novas redes LTE e a modernização de redes já em operação continua e, no meio de dezembro, a TeleGeography (GlobalComm) anunciou que 624 redes comerciais LTE estão em operação no mundo inteiro, e 282 destas operadoras já migraram para a LTE-Advanced.

Previsões do mercado de LTE e 5G para a América do Norte

Fonte: Olhar Digital | 26/12/2018